SGDC: o lançamento que conectou o Brasil

Para celebrar os 4 anos de lançamento do SGDC publicamos o relato do Rodney Gomes*, engenheiro da Telebras que participou da construção e lançamento do satélite brasileiro:

“Minha trajetória no projeto SGDC começou em 2014, quando fui selecionado para fazer parte da equipe Telebras que seria enviada à França para ser treinada e capacitada em operar e manter o SGDC. Fiquei extremamente motivado e lisonjeado em fazer parte de um projeto dessa magnitude, que seria o primeiro satélite adquirido e controlado pelo governo brasileiro.

A empresa francesa Thales Alenia Space foi a contratada para construir o satélite na França e fornecer treinamento e capacitação a profissionais brasileiros da Telebras, Ministério da Defesa, AEB, INPE e Visiona. Durante o período que estivemos na Thales, participamos de um programa chamado TAP (Technology Absorption Program) em que as pessoas foram divididas em diversas áreas do projeto, desde projetos de propulsão e térmica até montagem, integração e operação do satélite. À Telebras coube a participação nos programas voltados à operação do satélite e a nossa equipe participou da elaboração de procedimentos, validação e integração de sistemas operacionais junto à Thales.

Ter trabalhado dentro da Thales integrado às respectivas equipes foi uma experiência muito importante, pois além de todo o conhecimento adquirido sobre o satélite e a sua operação, nós convivemos em um ambiente e cultura organizacional diferente do que estávamos acostumados e pudemos trazer muitos conceitos para nosso dia a dia.

 

No nosso retorno ao Brasil tivemos a incumbência de implantar, junto com a Thales, todos os sistemas, estações e softwares do projeto, além de participar das aceitações, treinamentos e replicar os conhecimentos adquiridos à nova equipe de Engenheiros da Telebras.

 

Recebemos uma equipe fantástica, que é extremamente responsável, comprometida e que com motivação e muito trabalho permitiu que em 04/05/2017 ocorresse o lançamento de nosso satélite pela empresa francesa Arianespace, em Kourou na Guiana Francesa: era o início da operação do SGDC.

Lançamento do SGDC, o satélite brasileiro da Telebras

 

Atualmente sou o responsável pela área de missão do SGDC, que define como que a capacidade do satélite será utilizada e monitora a saúde e funcionamento dos seus transponders e do tráfego de radiofrequência entre o SGDC e as estações solo. Participei da instalação e aceitação das 13 estações de monitoramento que possuímos espalhadas pelo país e a nossa equipe é ainda responsável por realizar todas atividades de manutenção preventiva e corretiva nessas estações, além de investigações e calibrações de cadeia de radiofrequência. Além de responsável pela missão do SGDC, atuo também como gerente substituto de Engenharia e Operações de Satélite na Telebras.

Desde o início das operações já se passaram 4 anos e muitos desafios e dificuldades surgiram, sempre acompanhados de muito aprendizado. Firmamos parceria com a Viasat para comercialização da banda do SGDC e hoje temos mais de 2,6 milhões de alunos beneficiados, diversas comunidades que passaram a ter inclusão digital pelo programa GESAC, que hoje conta com o WiFi-Brasil, e oferta de serviços levando mobilidade e segurança a todo país. Pude acompanhar nossa evolução ao longo desse tempo e o sentimento é de orgulho em fazer parte de uma equipe preparada e capaz de conduzir esse projeto tão importante para nossa nação por longos anos. Parabéns à Telebras e a todos que fazem parte do projeto SGDC!”

 

 

*Rodney Gomes Felipe é Engenheiro de Telecomunicações, empregado concursado desde 2013 e atua na Gerência de Engenharia e Operações de Satélites na Telebras.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Relacionados