Novos 3 mil pontos de Wi-Fi Brasil serão entregues à população até o fim de 2021

Para que milhares de novos brasileiros tenham o acesso garantido à internet gratuita e de alta velocidade, por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), o ministério das Comunicações  (MCom) referendou nessa sexta-feira, 30, a assinatura do contrato com a Telebras para a oferta de mais dois mil pontos de conexão do programa Wi-Fi Brasil. Em seguida,  o ministro Fábio Faria firmou uma parceria com o Banco do Brasil e o Sebrae Nacional para instalação de mais mil pontos do programa Wi-Fi Brasil. Serão, ao todo, três mil novos pontos de conectividade disponíveis para a população previstos até o fim do ano.

 

Os anúncios foram feitos durante solenidade na cidade de São Gonçalo do Amarante (RN), em meio a um grande público e dezenas de estudantes de escolas públicas da região. Além do ministro Fábio Faria, estavam presentes o diretor Comercial Marcos Bafutto, representando o presidente da Telebras; o presidente do Banco do Brasil (BB), Fausto de Andrade Ribeiro; o diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo; o superintendente regional do Sebrae, José Ferreira de Melo Neto (Zeca Melo); o prefeito de Natal, Álvaro Dias; o deputado Federal, João Maia e demais prefeitos e autoridades de diversas partes do Estado.

 

De modo simples e bem instrutivo, Marcus Bafutto explicou aos estudantes e demais presentes o que é um satélite e como ele propicia a chegada do sinal para o atendimento pelo Wi-Fi Brasil. O ministro Fábio Faria destacou: “a gente chega em uma comunidade que não tem internet, coloca essa antena e, a partir daquele momento, as pessoas daquele lugar, daquela cidade têm acesso ilimitado e gratuito à internet para o resto da vida. Isso é levar informação para quem não tem, é levar educação”, destacou Faria. O ministro reforçou que estão previstos 18 mil pontos de internet até o fim de 2021.

 

O novo contrato com a Telebras permitirá a implantação, operação e manutenção (sob demanda) de pontos de acesso à internet. As instalações serão feitas em localidades públicas, como escolas urbanas e rurais, unidades de saúde e de segurança pública, assentamentos, postos de fronteira, comunidades quilombolas e indígenas, dentre outros.

 

O lançamento da parceria com BB e Sebrae reafirma o protocolo de intenções assinado em maio para a valorização do Wi-Fi Brasil e fomento à inclusão digital. Cada instituição instalará 500 pontos gratuitos de acesso à internet em comunidades carentes, que não têm conectividade atualmente. Na solenidade, o presidente do BB, Fausto Ribeiro, destacou o compromisso dessa parceria com o Sebrae e o MCom para ampliar o acesso à educação, capacitação profissional, geração de renda, acesso à informação e entretenimento. “Com a conectividade, vamos contribuir para levar mais conhecimento às pessoas; todos poderão, por exemplo, participar de uma feira que esteja acontecendo no Egito ou em qualquer parte do mundo”, disse ele que, em seguida, anunciou, em primeira mão ao ministro Fábio Faria:

 

“Quero dizer aqui ao ministro e demais presentes que, além dos pontos desse acordo, vamos ampliar novas 200 conexões, mas isso é apenas o início. Estamos trabalhando, buscando parcerias com entes educacionais para levarmos ainda mais conectividade, conhecimento e oportunidades por meio do acesso à internet aos necessitados”, frisou ele.

 

Computadores para Inclusão

 

Durante o evento,  MCom também entregou 100 computadores, do programa Computadores para Inclusão, para montar nove laboratórios em escolas de municípios do Rio Grande do Norte. Com a entrega, o Estado já conta com 548 computadores recebidos pelo programa do ministério das Comunicações.

 

O programa

 

O Wi-Fi Brasil é um programa do Governo Federal, desenvolvido pelo ministério das Comunicações e conta com a parceria da Telebras. O objetivo é levar conectividade em alta velocidade e qualidade pelo SGDC a todas as localidades remotas do país, onde não há nenhuma ou pouca conexão, permitindo cumprir os objetivos nacionais da política pública de telecomunicações. Mais de 14 mil pontos já foram ativados em três mil municípios, beneficiando 8,6 milhões de brasileiros.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Relacionados