Ministério das Comunicações e Telebras vão enviar mais antenas de emergência para atender Defesa Civil e prefeituras no RS

Aparelhos da empresa estatal são a única forma de comunicação em Eldorado do Sul e Arroio do Meio

 

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, anunciou nesta quinta-feira, 9, em Porto Alegre (RS), que foram enviadas mais 50 antenas emergenciais para atender a Defesa Civil e prefeituras no Rio Grande do Sul, com o objetivo de viabilizar a retomada de serviços públicos para a população. Além disso, mais equipamentos podem ser enviados, conforme a demanda das autoridades locais. No total, são 83 antenas da empresa estatal no estado.

 

“O Ministério das Comunicações está coordenando uma grande força-tarefa, que envolve todos os atores do setor, para restabelecer a comunicação, pois ela ajuda a salvar vidas. A Telebras está fazendo a sua parte. Já enviou dezenas de antenas que estão servindo conectividade via satélite para hospitais de campanha, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. E vamos mandar mais quantas antenas forem necessárias”, disse Juscelino.

 

Os aparelhos já estavam sendo utilizados para apoio às equipes de resgate, centros de Comando de Crise, hospitais de campanha e abrigos com internet de banda larga nas regiões atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul, e agora serão aplicadas para mais usos.

 

Nas cidades de Eldorado do Sul e Arroio do Meio, quatro antenas da Telebras, empresa vinculada ao Ministério das Comunicações, são as únicas formas de comunicação existentes para as ações humanitárias.

 

Três delas estão em Eldorado do Sul, distribuídas entre a secretaria municipal de Saúde, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil e no hospital de campanha do Exército Brasileiro.

 

Juscelino Filho passou o dia na região metropolitana de Porto Alegre com a comitiva formada pelos ministros do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias; dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida; e do presidente da Telebras, Fred Siqueira. Eles se juntaram ao ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, e o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta.

 

*Com Assessoria de Comunicação do MCom

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Relacionados