Rômulo Barbosa é o novo Diretor Comercial da Telebras

18 de outubro de 2017

Com uma trajetória de mais de 30 anos só no Grupo Mirante, da Rede Globo, do Maranhão, Barbosa assumiu o cargo na sexta-feira, 6, com a missão de otimizar ainda mais o trabalho da área

Ele é jornalista e advogado. Vem da cidade de São Luis, no Maranhão e lá construiu uma história de décadas na comunicação, liderando uma equipe que chegou a 500 colaboradores. Rômulo Barbosa agora é o novo Diretor Comercial da Telebras, pasta que estava sem diretor efetivo desde março deste ano.

Rômulo, que faz mestrado em Direito e pós-graduação em gestão pública (MPA) pelo IDP, recebeu o convite para dirigir a Área Comercial da Telebras com muito otimismo. “É um desafio profissional, em um setor que não é desconhecido para mim, pois telecomunicação e comunicação têm muito em comum, são áreas afins. Pretendo trazer minha experiência do setor privado para o público. É bastante desafiador fazer parte da Telebras, especialmente neste momento em que a empresa acaba de lançar o Satélite Geoestacionário Brasileiro, o SGDC”, enfatiza.

Otimização da área comercial

Como ex-executivo da afiliada da Globo do Maranhão, que possui cinco emissoras, quatro rádios, dois portais e um jornal impresso o gestor vai contar com a experiência de liderança frente aos canais de comunicação para otimizar o trabalho da equipe comercial da Telebras.

“Vamos buscar ainda mais visibilidade e excelência perante nosso público, fazendo com que a empresa tenha cada vez mais credibilidade naquilo que faz. Além disso, contarei com uma equipe altamente experiente, que vai facilitar o trabalho”, concluiu.

Manifestação favorável do TCU ao Chamamento Público da Telebras vira jurisprudência na Corte de Contas

5 de outubro de 2017

Tribunal de Contas exalta a atuação da Diretoria Executiva e do Conselho de Administração da Telebras na condução do Chamamento Público nº 02/2017

Foram 10 meses de estudos e empenho, criação de documentos e análises jurídicas em torno de um assunto relativamente novo no âmbito da administração pública: ‘o provimento da capacidade em banda Ka de um satélite geoestacionário’. O resultado, segundo a Diretoria Executiva da Telebras, valeu a pena. Após criteriosa avaliação dos técnicos do Tribunal de Contas, a Corte concluiu pela legalidade do Chamamento Público para cessão de capacidade em banda Ka do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas -SGDC, realizado pela Telebras. A decisão virou jurisprudência.

A notícia foi publicada nesta quinta-feira, 5, no informativo de licitações e contratos do TCU, de número 331, e faz referência ao Acórdão nº 2033/2017. A publicação extrai trechos da Decisão, ressaltando os objetivos do procedimento realizado pela Telebras da seguinte forma:

“Nesse sentido, o procedimento de chamamento público sob comento não configuraria um procedimento licitatório. Na verdade, trata-se de um mecanismo elaborado pela empresa com o fito de, em atenção aos princípios que regem a atuação da Administração Pública, conferir lisura e transparência ao processo, não se vinculando à Lei Geral de Licitações nem a qualquer outro diploma semelhante.”

Para a Gerente Jurídica da Telebras, Isabel Luíza, este enunciado consolida a legalidade do procedimento e garante mais segurança para as próximas etapas do Chamamento. “É um verdadeiro marco para a Telebras, pois afasta de vez qualquer alegação de ilegalidade no âmbito do Chamamento Público. Esta decisão é fruto de grande empenho de todos os envolvidos. Ver o caso se consolidando em jurisprudência no Tribunal de Contas da União é motivo de satisfação e orgulho pelo trabalho realizado”, diz a gestora.

A Sessão para Recebimento dos Envelopes do Chamamento Público de nº 02/2017 está confirmada para o dia 17 de outubro, na sede da Telebras. O Edital de Chamamento Público, a minuta de contrato de cessão de capacidade e demais anexos encontram-se disponíveis no site da Telebras: www.telebras.com.br.

 

TCU confirma legalidade do Chamamento Público do SGDC

29 de setembro de 2017

Plenário do Tribunal de Contas da União decide pela legalidade do procedimento a ser realizado pela Telebras no dia 17 de outubro

O Plenário da Corte de Contas declarou improcedente a denúncia formulada contra o Edital Chamamento Público nº 02/2017 da Telebras e confirmou a legalidade do Chamamento Público para cessão de capacidade satelital do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas – SGDC.

A Telebras foi notificada nesta quinta-feira, 28, a respeito do Acórdão 2033/2017. A decisão, que conta com o voto favorável do Ministro Benjamin Zymler, relator do Processo TC nº 016.197/2017-8, manifesta entendimento favorável do Plenário do TCU em relação ao Chamamento Público nº 02/2017 da Telebras.

A denúncia questionava diversos aspectos relacionados ao procedimento criado pela Telebras, todos eles devidamente afastados pelo Plenário da Corte de Contas da União. Em seu voto, o Ministro Relator esclareceu, afastando de vez as alegações de suposta privatização do SGDC e desvio de finalidade na atuação da Telebras, que: “por meio do chamamento público em tela, a Telebras continuará exercendo suas atividades de provimento de infraestrutura e de prestação de serviços de telecomunicações, sem alienar o domínio de bens para terceiros nem transferir para particulares atividades que deva realizar diretamente”.

Em 25 de agosto de 2017, o juiz federal substituto da 13ª Vara do Tribunal Regional Federal da 1ª Região já havia indeferido o pedido de liminar formulado nos autos do processo 18971-57.2017.4.01.3400. Naquela decisão o magistrado havia concluído que: “a comercialização – mediante cessão temporária – da capacidade satelital nos termos definidos pelo Chamamento Público nº 02/2017 (…) não encerra qualquer ilegalidade. A medida tampouco contraria ou de qualquer modo compromete o alcance das finalidades precípuas do Plano Nacional de Banda Larga, definidas no artigo 1º do decreto mencionado”.

Para o presidente interino da Telebras, Jarbas Valente, o momento é de satisfação. “A decisão da Corte só mostra que sempre estivemos no caminho certo, agindo de modo transparente, de acordo com a legislação e comprometidos com os valores da Telebras. Isso fortalece a oferta pública da capacidade em banda Ka do SGDC, e confere maior segurança jurídica a todos os envolvidos no processo.”, diz Jarbas.

A Sessão Pública para recebimento dos envelopes contendo propostas comerciais e documentos de habilitação está agendada para o dia 17 de outubro de 2017 na sede da Telebras, em Brasília. Os instrumentos do processo encontram-se disponíveis no site da Telebras, www.telebras.com.br/sgdc – aba Chamamento Público.

Telebras vai levar 140 km de fibra óptica a Metrô e Transporte Rápido de ônibus do Recife

14 de setembro de 2017

Mais de 54 Km já estão instalados e em operação pelo Metrô. Na próxima sexta-feira, 15, serão assinados os convênios para permitir a expansão de mais 35 Km no Metro e de mais 53 Km para o transporte rápido de ônibus, totalizando 140km de fibra ótica até o ano que vem

Na próxima sexta-feira, 15, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, Gilberto Kassab, estará em Recife (PE) acompanhado do governador Paulo Henrique Saraiva Câmara, do diretor administrativo-financeiro da Telebras, Paulo Ferreira, do secretário das Cidades de Pernambuco, Francisco Papaléo, e do superintende Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) Leonardo Villar Beltrão.

Na oportunidade ele participa da assinatura de dois contratos de conectividade para a capital pernambucana. Os contratos vão permitir que a Telebras participe diretamente da promoção de inclusão digital ao massificar o acesso à banda larga em trechos importantes da cidade com mais de 1,5 milhão de habitantes.

Metrô

A Telebras mantém convênio de Cooperação Técnica com a CBTU desde 2012, onde compartilha cerca de 54 km de fibra óptica, instalada na malha do Metrô Recife. Neste momento, assinam o 3° Termo de Ajuste.

Trechos que totalizam os 54,5 km foram concluídos pela Telebras e operam nos trechos de Cajueiro Seco a Cabo de Santo Agostinho, Central Recife a Cajueiro Seco, Camaragibe a Coqueiral, Wernec a Central Recife e a Jabotão dos Guararapes.

Os 35 km restantes, que serão instalados após a assinatura do contrato, nesta sexta-feira, correspondem à ampliação da rede do metrô, que vem sendo realizada com para de aumentar a confiabilidade das comunicações no sistema de transporte sob trilhos e a capacidade e confiabilidade de transporte de dados operacionais.

Os trechos a serem contemplados com o 3° Termo de Ajuste, que somam 35 km, são Guarapu – Massangana – Suape e Cajueiro Seco – Curado.

BRT

Já com relação ao BRT, os mais de 50 km que começam a ser implementados representam uma inovação para este sistema de transporte ao permitir o aumento da disponibilidade, eficiência e presença do Governo do Estado, através do gerenciamento e controle de veículos, dos terminais e estações.

Com a parceria, além das fibras ópticas que serão disponibilizadas para o Grande Recife-CTM, a Telebras será responsável pela sua manutenção, tornando este serviço sem custo para o Governo do Estado de Pernambuco. Ao mesmo tempo, ainda dentro do convênio, a Telebras irá disponibilizar um par de fibras ópticas ao longo de toda a malha do metrô Recife, onde há 14 terminais integrados de passageiros.

Benefícios imediatos

Públicos

Os principais benefícios da parceria em esfera pública são o monitoramento dos Terminais Integrados de Passageiros (Vídeo Monitoramento e informações aos usuários através de PMV´s) e dos corredores de BRT, incluindo as estações e Centros de Controle Local (CCL), em cada um dos corredores. Estes serviços incluem informações aos usuários através de painéis (PMV) e voz, o vídeo-monitoramento das estações de BRT, controle de portas, catracas, iluminação e ar-condicionado das estações.

Também será viabilizada a integração com o Centro Integrado de Defesa Social (Ciods), levando as imagens, em tempo real, das estações de BRT e Terminais Integrados à Central de Comando da Polícia.

Privados

O sistema também proporciona a conectividade de Banda Larga aos polos industrial de Igarassu, automotivo de Goiana e a Ampliação significativa da malha de cobertura de conectividade da TELEBRAS, no Estado de Pernambuco. 

Outros Benefícios

A expansão da fibra possibilitará parcerias tecnológicas em projetos dos diversos setores do Poder Público e o fornecimento de internet gratuita (Wi-Fi) aos usuários das estações de BRT e Terminais Integrados de Passageiros.

Entre os municípios beneficiados estão Recife, Camaragibe, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu e Goiana.

Conclusão das obras
Os mais de 140 km atendidos com fibra ótica, entre os dois contratos, têm previsão de conclusão para fevereiro de 2018.

O que ganha a Telebras
A partir deste sistema, a Telebras pode atender um número muito maior de clientes, tanto governamentais quanto de Provedores de Telecomunicações e Internet (ISP). A Telebras também terá uma diminuição de custos ao firmar parceria com a empresa Mob Telecom, de Fortaleza, que será a responsável por todo o cabeamento e recuperação de dutos.

Anunciada a nova edição da Campus Party no Nordeste

10 de agosto de 2017

Telebras será novamente parceira da maior experiência tecnológica do mundo. Desta vez em Natal, no Rio Grande do Norte


Anunciada na noite desta quinta-feira, 10, no Palco Principal da Campus Party de Salvador (BA), que acontece na Arena Fonte Nova, a terceira edição da Campus Party no nordeste do Brasil. Depois de Sergipe e Bahia, chegou a vez de Rio Grande do Norte. O comunicado foi feito pelo presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia e pelo governador de Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD). A cidade será Natal e o local, segundo Farrugia, um dos mais lindos do mundo: o Centro de Convenções da cidade.

“A Telebras é a parceira que nos garante esta magnífica conexão. Já estivemos juntos em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, aqui em Salvador e, em abril, em Rio Grande do Norte. É uma empresa séria que trabalha com qualidade, simpatia e serviço profissional”, diz Farruggia.

Campus Party de Salvador, uma experiência única em um estádio de futebol

O desafio para a organização da Campus Party de fazer um evento em um Arena de futebol já está superado, mostrando que a Campus é uma grife das telecomunicações e está pronta para se superar de todas as formas no Brasil.

São inúmeras as atrações que levam milhares de curiosos e veteranos no assunto a buscarem entender mais deste universo cheio de novidades e conectividade com o mundo. A Arena Fonte Nova, em Salvador, vive dias diferentes daqueles em que está acostumada com jogos de futebol. Aqui, até domingo, 13, o clima é outro. O gramado dá espaço a jovens famintos, não por esporte, mas por tecnologia. Eles não se cansam de ficar em frente às telas de seus computadores e a conexão de 20 Gbps é só elogios para os seis mil inscritos nesta que é considerada a maior experiência tecnológica do mundo.

Texto e Foto – Janice dos Santos Palao (Diretamente de Salvador – BA)

 
Página 1 de 1512345...10...Última »