Anunciada a nova edição da Campus Party no Nordeste

10 de agosto de 2017

Telebras será novamente parceira da maior experiência tecnológica do mundo. Desta vez em Natal, no Rio Grande do Norte


Anunciada na noite desta quinta-feira, 10, no Palco Principal da Campus Party de Salvador (BA), que acontece na Arena Fonte Nova, a terceira edição da Campus Party no nordeste do Brasil. Depois de Sergipe e Bahia, chegou a vez de Rio Grande do Norte. O comunicado foi feito pelo presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia e pelo governador de Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD). A cidade será Natal e o local, segundo Farrugia, um dos mais lindos do mundo: o Centro de Convenções da cidade.

“A Telebras é a parceira que nos garante esta magnífica conexão. Já estivemos juntos em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, aqui em Salvador e, em abril, em Rio Grande do Norte. É uma empresa séria que trabalha com qualidade, simpatia e serviço profissional”, diz Farruggia.

Campus Party de Salvador, uma experiência única em um estádio de futebol

O desafio para a organização da Campus Party de fazer um evento em um Arena de futebol já está superado, mostrando que a Campus é uma grife das telecomunicações e está pronta para se superar de todas as formas no Brasil.

São inúmeras as atrações que levam milhares de curiosos e veteranos no assunto a buscarem entender mais deste universo cheio de novidades e conectividade com o mundo. A Arena Fonte Nova, em Salvador, vive dias diferentes daqueles em que está acostumada com jogos de futebol. Aqui, até domingo, 13, o clima é outro. O gramado dá espaço a jovens famintos, não por esporte, mas por tecnologia. Eles não se cansam de ficar em frente às telas de seus computadores e a conexão de 20 Gbps é só elogios para os seis mil inscritos nesta que é considerada a maior experiência tecnológica do mundo.

Texto e Foto – Janice dos Santos Palao (Diretamente de Salvador – BA)

Campus Party Salvador Bahia: Está começando a maior experiência tecnológica do mundo na terra do Axé

9 de agosto de 2017

Abertura oficial, com descerramento da fita, foi realizado ao meio dia por autoridades e presentes

O dia nem bem havia amanhecido em Salvador quando a fila de campuseiros começou a se formar em frente à Arena Fonte Nova, onde acontece, até domingo, 13, a primeira Campus Party da Bahia. Eles vêm de todos os lados, de diversos Estados, mas com o mesmo propósito: desfrutar de internet de altíssima qualidade, com interação entre as novidades da área tecnológica e atualizar conhecimento acerca do que é hoje o grande atrativo desta geração: a tecnologia.

Para resumir em números o que é esta experiência tecnológica, considerada pela organização a maior do mundo, são 350 palestrantes que vão abordar desde workshops a campeonatos de jogos, drones e hackathons, são 250 horas ininterruptas de programação em 5 dias de evento, mil pessoas envolvidas para dar conta da estrutura, 6 mil campuseiros inscritos, 4 mil acampados e uma velocidade de internet que empolga qualquer usuário: 20Gbps.

Primeiro dia

Era 9h da manhã e mais de 60 jornalistas já aguardavam para o início da coletiva, que trouxe os detalhes desta edição. De acordo com Francesco Farruggia, presidente do Instituto Campus Party, fazer um evento deste tamanho em um estádio de futebol foi e está sendo um grande desafio. “Nossa sorte é que a Arena Fonte Nova é bem organizado e isso facilitou muito montar a estrutura gigantesca como a que temos hoje aqui”, diz.

Para o gerente de Planejamento e Marketing da Telebras, Luiz Fernando Ferreira Silva, “é uma satisfação repetir o sucesso de alta velocidade de internet, juntamente com a Campus Party. Temos parceiros competentes, como a Use Telecom e StackPath, que colaboram para o funcionamento com excelência da internet disponível no evento, durante 24 horas ininterruptas”.

Quem pode participar

A Campus Party Salvador segue até domingo. Uma das áreas, a Open, é aberta ao público até sábado, 12. Entre as atrações sem custo algum para quem vier ao Estádio Arena Fonte Nova está o Campeonato de Drones, com disputas acirradas entre os participantes entendidos do assunto. Na área aberta o público visitante pode conferir lançamento de carro, simuladores de avião, helicópteros, asa-delta, carros de corrida, Olimpíada Brasileira de Robótica e exposição de startups. Já a área dos campuseiros, a Arena, que é paga pelos participantes, está com os ingressos esgotados desde junho. Os portões da Arena Fonte Nova abrem às 10h da manhã e fecham ao público de fora às 21h.

Texto e fotos por Janice Santos Palao, de Salvador (BA)

Luiz Fernando Ferreira Silva, gerente de Planejamento e Marketing da Telebras (à esquerda) e André Costa, chefe executivo da USE Telecom

Satélite Geoestacionário Brasiliero (SGDC) está sob controle total da Telebras

5 de julho de 2017

SGDC encontra-se em fase de testes de rede da Estatal. Início de operação do serviço de banda larga civil e militar é previsto ainda para este ano.

Satélite Geoestacionário Brasileiro - SGDC

Foto: Thales Alenia Space

O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação Estratégica (SGDC), lançado em maio de 2017, está sob o controle total da Telebras desde o dia 30 de junho. A operacionalização acontece tanto da sede da empresa, como do Centro de Operações Espaciais do Satélite Geoestacionário (COPE – P), ambos situados em Brasília.

De acordo com o Gerente de Engenharia e Operação de Satélites, Sebastião do Nascimento Neto, a entrega só foi feita graças a atuação da equipe Telebras, que não mediu esforços ao longo dos 4 anos de desenvolvimento do Projeto. “Nossa equipe está de parabéns. Os últimos 6 meses foram de trabalho ainda mais intenso. Tivemos que acelerar as atividades para cumprir os prazos estabelecidos e isso só foi possível graças ao empenho de todos”, diz Sebastião.

A Thales Alenia Space, empresa franco-italiana, responsável pelo fornecimento do artefato para o Brasil, elogiou o trabalho da Estatal e o empenho dos colaboradores envolvidos no Projeto.

Sebastião conta, ainda, que se sente orgulhoso e parabeniza a Diretoria Executiva da Telebras pelas ações realizadas. Ele também reforça o visível desempenho da equipe responsável pela infraestrutura que está se empenhando ao máximo para execução do cronograma, e por vezes até antecipando a entrega.

Neste momento, o Satélite Geoestacionário passa por fase de testes de rede pela Estatal e, segundo o gerente, em setembro o serviço de banda larga estará disponível para distribuição ao usuário final, sociedade civil e militar.

Satélite Geoestacionário Brasileiro - SGDC

Foto: Thales Alenia Space

Janice Santos – Assessora de Comunicação Telebras

 

Presidente da Telebras está em Campina Grande, na Paraíba, difundindo o SGDC para entidades públicas e filantrópicas

16 de junho de 2017

O município é considerado um dos principais polos industriais do nordeste, bem como um dos maiores polos tecnológicos da América Latina, além de importante centro universitário do País

O presidente da Telebras, Antônio Loss, visita, nesta sexta-feira (16/06), o município de Campina Grande (PB), a convite do deputado Rômulo Gouveia (PSD). Durante a manhã ele participou de reunião no Centro Tecnológico Telmo Araújo – Citta. Em pauta a disponibilização de imagens do SGDC, Satélite Geoestacionário Brasileiro, lançado no mês passado, para entidades públicas e filantrópicas. À tarde o Presidente da Telebras visita o departamento de Engenharia de Universidade Federal de Campina Grande.

Continue Lendo →

“É como colocar uma luz sobre o Brasil”, diz presidente da Telebras sobre satélite do governo federal

17 de maio de 2017

Um dos objetivos do lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações. Estratégicas é ampliar a distribuição de internet em alta velocidade a regiões remotas do país.

Fonte: Guilherme Justino – Zero Hora/RS

Continue Lendo →

 
Página 1 de 3123