Inaugurada nesta manhã a operacionalização do COPE-S, no RJ

19 de novembro de 2018

“Aprendemos muito neste período, em especial a perceber a capacidade que o Brasil tem de ser autêntico naquilo que se propõe a fazer com empenho e dedicação. Essa obra é um exemplo disso”, diz Jarbas Valente

Em uma solenidade na Estação Rádio da Marinha do Rio de Janeiro (ERMRJ), com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e da Diretoria Executiva da Telebras, foi inaugurada, na manhã desta segunda-feira, 19, a operacionalização do Centro de Operações Espaciais Secundário, o COPE-S, do Rio de Janeiro.

Em seu discurso, o presidente da Telebras, Jarbas Valente, lembrou que o projeto Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas, o projeto SGDC, é resultado do esforço conjunto de várias frentes. “É importante destacar aqui o Governo Federal, que atuou lado a lado com a Telebras por meio do MCTIC, o Ministério da Defesa, as empresas e os consórcios envolvidos na parte terrestre do satélite e, em especial, aos gestores da Telebras que lideraram essas imponentes obras dos Centros de Operações Espaciais, como a daqui do Rio de Janeiro, a do COPE-P, em Brasília, além das três Estações de Acesso, as Gateways, em Salvador, Campo Grande e Florianópolis”, ressaltou.

Para Gilberto Kassab, a inauguração da operacionalização do COPE-S faz parte do legado que o projeto SGDC deixa à nação brasileira. “A conclusão das obras terrestres do projeto marca a transformação pela qual passa o Brasil no campo das comunicações. É um período promissor para o setor que vem por aí. A Telebras está de parabéns”, enalteceu o ministro. O governador do Rio de Janeiro lembrou da importância da telefonia a da internet de qualidade. “Parabéns a todos os envolvidos em mais este grande projeto envolvendo as telecomunicações de nosso país”, disse.

A estrutura de todo o segmento terrestre do SGDC soma R$ 450 milhões e cerca de mil profissionais que atuaram diretamente nas obras. O Centro de Operações Espaciais Secundário do Rio de Janeiro, o COPE-S, compõe a comunicação com o artefato que está em órbita. A obra tem mais de 7 mil metros quadrados de extensão.

“Realmente estamos satisfeitos e podemos visualizar aqui uma missão cumprida dignamente, tal qual o Brasil merece. Daqui para frente virá o desafio de finalmente conectarmos este imenso país, de ponta a ponta, sem restrição de localidades, sejam elas populosas ou não. Todos passarão a ter igualdade de informações, por meio do Programa Internet para Todos, acesso ao progresso, à assistência médica, educação conectada, a postos de fronteiras informatizados, à segurança monitorada pela tecnologia, à agricultura de precisão e etc”, explicou Jarbas Valente.

O presidente da Telebras agradeceu ao MCTIC, na pessoa do ministro Gilberto Kassab; à Aeronáutica, na pessoa do comandante, tenente-brigadeiro do Ar, Nivaldo Luiz Rossato; ao comandante de Operações Aeroespaciais, tenente-brigadeiro do Ar, Carlos Vuyk de Aquino; e ao presidente da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais (CCISE), major-brigadeiro do Ar, Luiz Fernando de Aguiar. À Marinha, na pessoa do comandante da Marinha, almirante de Esquadra, Eduardo Bacellar Leal Ferreira; e ao comandante do 1º Distrito Naval, vice-almirante José Augusto Vieira da Cunha de Menezes. Estendeu o agradecimento ao Exército Brasileiro, na pessoa do ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna; e ao comandante Militar do Oeste, general de Exército Lourival Carvalho Silva.

Os espaços cedidos para as obras terrestres do projeto foram disponibilizados pelo Exército, Marinha e Aeronáutica. Só no Rio de Janeiro a área física compreende quase 13 mil metros quadrados.

“Estamos na casa de vocês, tanto aqui, como em Brasília. Estamos unidos para sempre neste projeto pioneiro e inovador. Sem a disponibilidade deste espaço, da estrutura que os senhores nos dispensaram e de toda a credibilidade que essas instituições históricas representam para a nação, dificilmente obras destas dimensões teriam sido edificadas com tamanha segurança, disciplina e responsabilidade. Aprendemos muito neste período, em especial a perceber a capacidade que o Brasil tem de ser autêntico naquilo que se propõe a fazer com empenho e dedicação. Essa obra é um exemplo disso”, concluiu, em seu pronunciamento, Jarbas Valente.

 

Telebras inaugura a operacionalização do COPE do RJ

16 de novembro de 2018

A obra terrestre de grande magnitude do Projeto SGDC (Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas), orçada em R$ 450 milhões, começa a ser inaugurada operacionalmente na próxima segunda-feira, 19, pelo Rio de Janeiro, com o Centro de Operações Espaciais Secundário (COPE-S). O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, a Diretoria Executiva da Telebras e demais gestores da empresa marcarão presença à solenidade, que inicia às 11h, na Estação Rádio da Marinha do Rio de Janeiro (ERMRJ).

“A Telebras foi designada pelo Governo Federal como a entidade responsável pelo desenvolvimento, implantação e participação, em conjunto com a Defesa, na operação do sistema de Satélite. O Projeto SGDC é uma conquista para a nação brasileira, que leva a assinatura da Telebras, a empresa pioneira em telecomunicações no Brasil. A conclusão de todas as etapas, envolvendo obras desta dimensão, significa muito para todos nós”, conta Jarbas Valente, presidente da Telebras.

Com a conclusão do segmento terrestre, que se soma ao segmento satelital com o artefato que já se encontra em órbita desde maio de 2017, o Estado passa a deter o controle sobre a infraestrutura do projeto como um todo por meio da qual passam a trafegar informações sensíveis e estratégicas para o Brasil.

O COPE-S possui alto nível de disponibilidade e confiabilidade para a infraestrutura de uma instalação de missão crítica, tendo classificação TIER III que deixa o site imune a qualquer paralisação de infraestrutura. Isso significa dizer que qualquer componente ou sistema pode ser retirado de serviço seja por defeito, manutenção, reparo ou substituição sem que haja impacto para os processos de TI dos ambientes críticos do Data Center. Esta arquitetura permite ultrapassar os piores cenários de incidentes técnicos sem nunca interromper a disponibilidade dos servidores.

“Trata-se da proteção à soberania nacional, na medida em que a comunicação via satélite constitui um recurso escasso, de alta complexidade tecnológica e vital para a defesa dos interesses nacionais e o desenvolvimento econômico, social e político do país”, ressalta o presidente da Telebras.

A TV NBR estará transmitindo ao vivo a solenidade pelos canais: Net – Canal 14, Sky- Canal 23 e sinal aberto – Canal 2.2. Por streaming o endereço é: www.nbr.gov.br.

Telebras discute no Futurecom a Importância dos Satélites no Processo de Entrega do 5G e de Dispositivos Interconectados

17 de outubro de 2018

 

O diretor Técnico-Operacional da Telebras, Roberto Pinto Martins, participa ao lado de Lisa Scalpone, vice-presidente de Serviços Internacionais da ViaSat e Gerente Geral – Brasil, no painel “Examinando a Importância dos Satélites no Processo de Entrega do 5G e de Dispositivos Interconectados”, nessa quarta-feira, 17, das 15h35 às 17h10, na Arena Mauá 1 do Futurecom 2018, no São Paulo Expo. A mediação é do professor e ex-conselheiro da Anatel, José Leite Pereira Filho. Dentre outros pontos, Roberto Matins abordará em sua exposição uso do satélite para a oferta de soluções em 5G.

Também participam do painel o diretor geral da Telesat Brasil, Mauro Wajnberg, o gerente de Desenvolvimento de Negócios da Embratel Star One, Fabio Alencar e o superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Vitor Elisio de Oliveira.

Abertura

Os ministros da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge de Lima, participaram da solenidade de abertura do Futurecom 2018 na noite da última segunda-feira, 15, ao lado dos presidentes das operadoras de Telecomunicações e do presidente da Anatel, Juarez Quadros. A Diretoria Executiva da Telebras prestigiou a abertura do Futurecom 2018, que completa, este ano, 20 anos de existência.

A exemplo de anos anteriores, a Telebras está presente no Futurecom 2018 com estande de 55 m². Este ano, a Telebras divide esse espaço com a empresa ViaSat, na rua E (estande E 14) do pavilhão de exposições. Pouco antes do início da solenidade de abertura, o ministro Gilberto Kassab e o secretário de Políticas Digitais do MCTIC, Thiago Camargo Lopes, visitaram o estande da Telebras, onde foram recebidos pelo presidente Jarbas Valente, pelos diretores Técnico-Operacional, Roberto Martins, Comercial, Alex Magalhães, de Governança, Rômulo Barbosa, pelo gerente de Vendas e pelo coordenador de Novas Soluções, Daucleber José Teodoro e Cleber Canovas Mendes, respectivamente, e pelo chefe de Gabinete, Luiz Fernando Ferreira Silva.

 

Ministro Kassab abre a 70ª SBPC em Maceió

23 de julho de 2018

Telebras está presente no encontro que tem o objetivo de aprofundar o diálogo entre o MCTIC e os dirigentes de institutos

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, inaugurou, na manhã desta segunda-feira, 23, a Expotec – exposição científica organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) em parceria com os institutos de pesquisa vinculadas ao Ministério.

O espaço é uma das atrações da 70ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontece até sábado, 28, na Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

A mostra, que ocupa uma área de 1,2 mil metros quadrados, possui estandes com os principais projetos científicos desenvolvidos pelas unidades de pesquisa e entidades vinculadas ao MCTIC.

A Telebras é um dos órgãos de governo presentes. No estande da Companhia os visitantes podem conferir uma réplica do SGDC, o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas da Telebras, lançado em 2017.

A Expotec também tem programação própria, com palestras, cineclube, lançamento de livros e editais.

O evento é aberto ao público. As programações poderão ser assistidas gratuitamente pelos visitantes, sem a necessidade de inscrição. A inscrição somente será necessária para quem quiser frequentar minicurso (vagas limitadas) ou ainda obter o certificado de participação geral e o material do evento.

Sobre a SBPC

A SBPC foi criada em 1948 e é uma entidade voltada à defesa do avanço científico e tecnológico e do desenvolvimento educacional e cultural do Brasil. Atualmente, possui cerca de 140 sociedades científicas associadas, em todas as áreas do conhecimento, e cerca de 5 mil sócios.

Telebras conecta os primeiros acessos à internet pelo SGDC em escolas e posto de fronteira no município de Pacaraima/RR

18 de julho de 2018

Três escolas públicas no Setor Vila Nova, zona rural de Pacaraima, Roraima,  e um posto do 3º Pelotão Especial de Fronteira do Exército Brasileiro, que faz divisa com a Venezuela, foram conectados à internet pelo Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) nessa quarta-feira, 18, em solenidade conduzida pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e pelo presidente da Telebras, Jarbas Valente.

A solenidade ocorreu na Escola Pública Municipal Casimiro de Abreu. O primeiro acesso via internet se deu por meio de uma videoconferência entre o ministro Kassab e Jarbas Valente e o ministro da Defesa, Joaquim Luna e Silva, que se encontrava em Brasília.

Além da Casimiro de Abreu, a Escola Estadual Indígena Tuxaua Silvestre Messias e a Escola Pública Municipal Alcides da Conceição Lima passam a contar com acesso à internet de qualidade, com a velocidade de 10 Megabits por segundo, por meio do satélite brasileiro. Ao todo, cerca de 1.500 alunos passam a ser incluídos na grande rede mundial, ou seja, mais de 10% dos 12. 375 habitantes da cidade de Pacaraima.

O secretário municipal de Educação, Cultura e Desporto, Agamenon Santos Rodrigues, comemorou a chegada da internet de alta velocidade às escolas: “ganhamos 100 notebooks da Fundação Lemann para essas três escolas públicas e agora vamos poder usá-los integralmente. Passaremos a desenvolver projetos na área da educação e outras disciplinas com maior eficácia ampliando significativamente o universo de conhecimento desses alunos”.

Reativação

Só foi possível conectar esses quatro pontos à internet nessa quarta-feira em Pacaraima, devido à decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal na última segunda-feira, 16, derrubando a suspensão do contrato associativo estabelecido entre a Telebras e a operadora Viasat, determinado na liminar impetrada na Justiça Federal do Amazonas. Portanto, na realidade, esses quatro pontos foram reativados, já que haviam sido instalados em maio desse ano e tiveram que ser desligados, pouco depois, por força da referida liminar.

A conexão de todas as instituições de ensino estaduais e municipais do país, via SGDC, é parte de uma parceria firmada entre os Ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o da Educação (MEC), das quais 7 mil delas devem estar integradas à rede mundial de computadores até o fim deste ano.

Há ainda convênios firmados com o Ministério da Defesa para o monitoramento de 100% das fronteiras brasileiras, ampliando as ações de combate ao tráfico de armas e drogas; e com o Ministério da Saúde, para implantar internet em hospitais e postos de saúde, melhorando a gestão pública e a qualidade dos serviços prestados à população.

 
Página 1 de 612345...Última »