Imprimir Imprimir

Obras das estações de acesso Gateways do SGDC já estão em construção. A de Salvador é a que está em estágio mais avançado

23 de maio de 2017

As obras de construção das três estações de acesso Gateways, nas cidades de Salvador(BA), Campo Grande(MT) e Florianópolis(SC) estão em andamento desde fevereiro deste ano. São três equipes técnicas na linha de frente, compostas por dois engenheiros em cada (um civil e um eletricista) que acompanham de perto os trabalhos. Além dos engenheiros, uma equipe de fiscalização de apoio, formada pela Gerência de Infraestrutura e Manutenção da Planta, comandada pelo gerente Rodrigo Machado, também faz o monitoramento das obras.

As Gateways são estações que fazem a interconexão entre o Satélite e os clientes. “São estações do segmento solo do SGDC, assim como os Centros de Operações Espaciais (COPE’s), que ficam em Brasília e no Rio de Janeiro”, diz Alcimino Ribeiro, engenheiro civil da Telebras, um dos responsáveis pela obra em Salvador.

Vinícius Ferraz, engenheiro eletricista que também está responsável pela obra no Estado da Bahia, lembra que “sem as Gateways se torna impossível o atendimento aos clientes, pois as estações são imprescindíveis para levar internet aos lugares de difícil acesso”.

Excelência na infraestrutura terrestre

O projeto das Gateways conta com um elevado nível de tecnologia, que inclui fornecimento de alta disponibilidade de energia, como, por exemplo, dupla entrada de eletricidade (vindas de subestações diferentes), além de dois geradores de 680 kW, trabalhando em regime continuous power. “Em havendo falha de uma alimentação da concessionária, a outra rede assume automaticamente; bem como se um gerador falhar, existe um segundo para assumir a carga”, explica Ferraz.

Gateway de Salvador está 30% concluída

De acordo com os engenheiros Alcimino e Vinícius, a Gateway de Salvador é a que teve a primeira liberação do Alvará de construção e, por esse motivo, está em estágio mais avançado. “A conclusão total da obra está prevista para dezembro de 2017. Tudo está correndo dentro do esperado. As equipes não param e o empenho é total para que a entrega aconteça o mais rápido possível. As salas que vão receber os equipamentos satelitais são prioridades nas três obras das Gateways em construção. Logo que estejam equipadas, podemos iniciar a comercialização. A previsão da conclusão da sala de Salvador é para junho deste ano”, diz Alcimino.

São 5 Gateways no total. Três em construção e duas juntas aos COPES

As Gateways são obras de missão crítica. “São estações que não podem parar. Elas precisam estar aptas a operar 24 horas, à disposição do Satélite”, lembra o engenheiro civil.

Das cinco Gateways, a de Florianópolis e Campo Grande devem ficar com as salas de operacionalização prontas até agosto de 2017 e a de Salvador, que ficará pronta um pouco antes, vai servir de backup das demais. “Em caso de falha de uma delas, a de Salvador assume automaticamente”, ressalta Vinícius. As outras duas vão operar junto aos COPE’s (Brasília e Rio de Janeiro).

Janice Santos – Assessora de Comunicação Telebras

 

4 Comentários em "Obras das estações de acesso Gateways do SGDC já estão em construção. A de Salvador é a que está em estágio mais avançado"

  1. MARILANE ALVES FERRAZ NUNES disse:

    PARABÉNS A TODA EQUIPE PELO MARAVILHOSO TRABALHO! EM ESPECIAL AO MEU FILHO VINICIUS FERRAZ.

  2. e as antenas, onde estão neste momento???

  3. enquanto isso a mídia comenta

    23 DE JUNHO DE 2017

    APENAS INTERMEDIAÇÃO

    As antenas foram encomendadas à Gilat do Brasil, que na verdade é israelense. Esta terceirizou à China a fabricação das antenas.

    http://www.diariodopoder.com.br/coluna.php?i=55113

    23 DE JUNHO DE 2017

    QUE ANTENAS?

    Delegação da Telebrás foi à China, há dias, para checar como está a produção das antenas. Mas os brasileiros não tiveram acesso ao local.

    http://www.diariodopoder.com.br/coluna.php?i=55115

    23 DE JUNHO DE 2017

    CLIENTE BONZINHO

    A Telebrás diz que isso é coisa o diretor técnico Jarbas Valente, muito compreensivo com o atraso da Gilat. Valente não retornou as ligações.

    http://www.diariodopoder.com.br/coluna.php?i=55116

  4. Noticiado neste site da telebras
    Antena da Estação de Acesso de Salvador é embarcada para o Brasil6 de julho de 2017As antenas das Estações de Acesso de Florianópolis e de Campo Grande também já têm datas marcadas para embarcar. As obras e as bases das antenas estarão prontas para recebê-las assim que chegarem nas estações.
    No total, o SGDC é composto de cinco antenas de grande porte, incluindo as dos Centros de Operações Espaciais (COPE’s) de Brasília e do Rio de Janeiro, que estão operacionais e em processo de adaptação para também realizarem funções de comunicação.
    http://www.telebras.com.br/inst/?p=8378Responder

Deixe um comentário!

*required

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>