Imprimir Imprimir

COMUNICADO À IMPRENSA

4 de fevereiro de 2019

Com base nas notícias veiculadas nesta segunda-feira, 4, sobre o pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), pela suspensão do acordo firmado entre a Telebras e a Viasat, a Telebras esclarece:

A empresa ainda não foi intimada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas reforça que a escolha da parceira Viasat foi feita com base legal, de forma transparente e idônea. O Tribunal de Contas da União (TCU) confirmou a legalidade do contrato de parceria entre a Telebras e a Viasat no dia 31 de outubro de 2018, e determinou alguns ajustes em cláusulas econômicas, o que foi feito pela Telebras e protocolizado naquele Tribunal no dia 1º de fevereiro de 2019, conforme o “Fato Relevante” publicado pela empresa na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nessa mesma data.

 

Deixe um comentário!

*obrigatório

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>