Imprimir Imprimir

Telebras recebe “Oscar” da indústria de data centers pelo Centro de Operações Espaciais

8 de novembro de 2018

A maior premiação do setor na América Latina foi realizada nesta terça-feira (6), em São Paulo. A obra, que atende ao projeto SGDC e conta com selo internacional de confiabilidade, competiu com importantes obras de empresas do Brasil e do exterior.

Foto: Divulgação

A Telebras recebeu o prêmio de Melhor Prestação de Serviço Digital do Setor Público na edição latino-americana do DataCenter Dynamics Awards 2018 pela obra do Centro de Operações Espaciais – Principal (COPE-P), em Brasília. A estrutura abriga o centro de operações e monitoramento  do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), sendo parte integrante do segmento terrestre do projeto SGDC. A premiação, realizada na terça-feira, 6, em São Paulo, é conhecida como “Oscar” da indústria e destaca iniciativas de inovação, eficiência e os melhores projetos de engenharia.

Ao levar o troféu da categoria, a Telebras ficou à frente de conceituados projetos do Banco do Brasil, da Sabesp, e do Instituto Mexicano de Seguro Social.

Com uma área construída de aproximadamente 14 mil m², o COPE-P já se posiciona como referência nacional e internacional pela complexidade e modernidade de suas instalações. Dotado de dupla abordagem óptica e redundância de todos os seus sistemas de infraestrutura crítica (energia, climatização, segurança e conectividade), o projeto é o único do setor de telecomunicações do Brasil a ter certificação TIER IV – que atesta a confiabilidade dos serviços.

Foram investidos cerca de R$200 milhões nesta etapa que compreende o COPE-P, utilizando a ferramenta BIM (Building Information Modelling), que proporcionou maior transparência nos custos, no controle das implantações e na gestão, assim como no monitoramento da obra – atributos cada vez mais relevantes para execução de obras públicas. Ao final, serão entregues aos órgãos de controle da Administração Pública as informações referentes ao acompanhamento físico-financeiro da obra, ao orçamento e informações sobre ciclo de vida, manutenção e garantias de todos os equipamentos do data center.

“A união desses fatores coloca a Telebras, empresa governamental atuando no setor estratégico do Governo Federal, como uma das melhores provedoras de serviços digitais protegidos do Brasil e detentora tecnologia de alto desempenho e confiabilidade”, comemorou o diretor administrativo-financeiro da Telebras, Paulo Ferreira. Ele acompanhou a cerimônia ao lado dos engenheiros Rodrigo Botelho Machado e João Luiz Ramalho de Castro, responsáveis pela condução das obras do COPE-P.

A obra foi dividida em duas etapas. A primeira etapa possibilitará a migração dos equipamentos satelitais necessários para operação do SGDC para suas instalações definitivas. A segunda etapa, por sua vez, consistirá na entrega das áreas administrativas do complexo, não impeditivas para o início da operação do satélite, e está prevista para o primeiro semestre de 2019.

Os benefícios do SGDC

O SGDC cobrirá 100% do território brasileiro, incluindo áreas de fronteira, localidades isoladas e de difícil acesso, assim como regiões do Oceano Atlântico conhecida como Amazônia Azul.   O principal objetivo desse projeto é fornecer internet banda larga de alta qualidade a preços acessíveis para milhões de brasileiros em todo o país, utilizando a banda Ka para cumprir o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), incluindo a execução de políticas públicas como o Programa Internet para Todos que irá conectar escolas, postos de saúde e localidades em todo o Brasil. O projeto SGDC também conta como parte importante o atendimento aos projetos estratégicos de defesa nacional, onde a área militar opera serviços em banda exclusiva (banda X).

 

Deixe um comentário!

*required

XHTML: Pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>