Telebras triplica o número de pontos de internet via Satélite em Brumadinho

30 de janeiro de 2019

Subiu para 12 o número de pontos de acesso via WiFi na região de Brumadinho, em Minas Gerais. Três equipes da Telebras, formadas por nove engenheiros, permanecem no local acompanhando de perto o trabalho de resgate e salvamento, levando assistência por meio dos serviços prestados pelos terminais de alta capacidade e qualidade para a comunicação, utilizando o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC).

A Diretoria Executiva da Telebras colocou à disposição da comunidade a tecnologia satelital, tão logo tomou conhecimento do rompimento da barragem da mineradora Vale, que ocorreu na última sexta-feira, 25.

“A Telebras se solidariza com as famílias e amigos de todos os funcionários e comunidades residentes na área atingida pelo rompimento da barragem. Compartilhamos do sofrimento neste momento difícil, oferecendo a tecnologia que dispomos”, diz o presidente da Telebras, Waldemar Gonçalves.

Além da demanda de campo, a Telebras ativou uma antena de alta potência para propagação do sinal WiFi na área de origem do acidente, local onde ainda estima-se que esteja concentrada a maior parte das vítimas. Esta antena tem uma capacidade cinco vezes maior que as antenas comuns. A Defesa Civil considera este ponto estratégico para a ação da equipe de resgate e salvamento formada pelos Bombeiros e militares de Minas Gerais e de Israel, que executam o trabalho.

“Sete destes pontos permanecerão no município após o trabalho das equipes de Defesa Civil, pois tratam-se de equipamentos do programa Gesac”, acrescentou o diretor Técnico-Operacional da empresa, Luís Fernando de Freitas.

Sem custo algum para os usuários, cada ponto conta com link de 20 Mbps de velocidade por unidade ativada. Luis Fernando lembra que a Telebras tem mais antenas VSATs em Belo Horizonte, caso haja a necessidade de instalação de novos locais de acesso.

Os equipamentos estão disponíveis para os diversos órgãos que trabalham no resgate e salvamento e também para a comunidade da região. A equipe da Telebras está em Brumadinho desde sábado, 26, e vai permanecer no local enquanto seja necessário.

Telebras triples the number of satellite internet sites in Brumadinho

The number of WiFi access sites in the region of Brumadinho in Minas Gerais has increased to 12. Three Telebras teams, made up of nine engineers, remain on site, following closely the rescue and relief work, bringing assistance through the services provided by the high-capacity and high-quality terminals for communication, using the Geostationary Satellite of Defense and Strategic Communications (SGDC).

The Telebras Executive Management Team made satellite technology available to the community as soon as its members learned of the collapse of the dam of the mining company Vale, which occurred last Friday, 25.

“Telebras stands in solidarity with the families and friends of all the employees and communities living in the area affected by the collapse of the dam. We share the suffering at this difficult time, offering the technology we have, “says Telebras president Waldemar Gonçalves.

In addition to the field demand, Telebras has activated a high-power antenna to propagate the WiFi signal around the main area of the accident, where it is still estimated that most of the victims are concentrated. This antenna has a capacity five times higher than ordinary antennas. The Civil Defense considers this access site as strategic for the action of the rescue and relief team formed by the Firemen and both the military of Minas Gerais and Israel, who carry out the work.

“Seven of these points will remain in the municipality after the work of the Civil Defense teams, because they are equipment of the Gesac program,” added the company’s Technical and Operations Director, Luís Fernando de Freitas.

At no cost to users, each site has a 20 Mbps speed link per activated unit. Luis Fernando reminds that Telebras has more VSAT antennas in Belo Horizonte, in case there is a need to install new access sites.

The equipment is available to the various agencies that work in rescue and relief and also to the community in the region. The Telebras team has been Brumadinho since Saturday, 26, and will remain on site as long as needed.

Telebras amplia o acesso à internet gratuita em alta velocidade em Brumadinho

28 de janeiro de 2019

Engenheiros da Telebras ativaram neste domingo, 27, dois novos terminais de alta capacidade e qualidade para comunicação via satélite, por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), para prestar serviço ao posto de comando para atendimento às vítimas, já sendo utilizado pela Defesa Civil, localizada na Faculdade Asa, em Brumadinho (MG).

A medida visa ampliar as condições de acesso a serviços de comunicação pelo Corpo de Bombeiros e agentes da Defesa Civil que estão atuando no monitoramento, resgate e salvamento de vítimas na região. Desde sábado, 26, duas antenas já haviam sido ativadas no centro de operações de salvamento, localizado próximo à Igreja Nossa Senhora das Dores, que fica a menos de um quilômetro do local do acidente. A internet de alta velocidade está sendo disponibilizada pela Telebras de forma gratuita, por meio da tecnologia WiFi.

Ao todo, já somam quatro os enlaces dedicados de 20 Mbps cada de download disponíveis para comunicações emergenciais via banda Ka do SGDC na região de Brumadinho, sem depender da infraestrutura terrestre, que pode ter sido afetada pelo desastre: Defesa Civil Nacional, Posto de Comando Central, Posto de Comando Avançado em Casa Branca e Sala de Situação do Alto Comando da Polícia Militar de Minas Gerais (todos os pontos com tecnologia WiFi para acesso a internet de alta velocidade e Voz sobre IP).

A Telebras reafirma seu compromisso com o Brasil e com os brasileiros, atendendo sua função social de levar internet de alta velocidade nos lugares mais necessitados.

Telebras expands free, high-speed internet access in Brumadinho

Telebras engineers activated two new high-capacity and high-quality terminals for satellite communication on this Sunday afternoon, via the Geostationary Satellite of Defense and Strategic Communications (SGDC), in order to provide service to the command post that assists the victims, and they are already being used by the Civil Defense, located in Asa College, in Brumadinho (MG).

The measure aims to expand the conditions for access to communication services by the Fire Department and Civil Defense agents who are working on the monitoring, rescue and relief of victims in the region. Since Saturday, 26, two antennas had already been activated at the rescue operations center, located near Nossa Senhora das Dores Church, which is less than a kilometer from the site of the accident. The high-speed internet is being made available by Telebras for free, with WiFi technology.

Altogether, there are already four dedicated links of 20 Mbps each of download available for emergency communications via the Ka band of the SGDC in the region of Brumadinho, without relying on the terrestrial infrastructure that may have been damaged by the disaster: National Civil Defense, Central Command Post, Advanced Command Post at White House and Situation Room of the High Command of the Military Police of Minas Gerais (all sites with WiFi technology for high-speed Internet access and Voice over IP).

Telebras reaffirms its commitment to Brazil and Brazilians, in view of its social function of bringing high-speed internet to the places where it is needed most.

 

 

Telebras viabiliza comunicações emergenciais via satélite em Brumadinho

27 de janeiro de 2019

A Telebras ativou nesse sábado, 26, o sistema de comunicação satelital do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) para atendimento em caráter emergencial em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, a fim de auxiliar as equipes de resgate e facilitar o contato com hospitais e a comunicação entre parentes das vítimas do rompimento da barragem da Vale. A região conta com acesso limitado ao serviço móvel de comunicação, tendo a Telebras disponibilizado o serviço de acesso à internet via satélite de forma gratuita ao público em geral.

A Barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, localizada em Brumadinho, rompeu por volta das 12h30 desta sexta-feira, 25. As três barragens do Complexo Paraopeba possuíam aproximadamente 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração (sílica). Técnicos da Telebras estão desde ontem no local e já ativaram duas antenas, com capacidade de serviço via satélite com WiFi de 20 Mbps cada, para atendimento no centro de operações de salvamento, localizado próximo à Igreja Nossa Senhora das Dores, que fica a menos de um quilômetro do local do acidente.

Os serviços de comunicação satelitais são providos pelo SGDC, utilizando a banda Ka, que possui feixe que cobre toda a região. Juntamente com as antenas, transmissores e modems, foram enviados geradores de energia elétrica a gasolina, uma vez que não há garantia que haja energia elétrica comercial disponível.

A Visiona, subsidiária da Telebras, também está auxiliando as operações de resgate com monitoramento e produção de imagens de alta definição, via satélite, de toda a localidade atingida pela lama de rejeitos. Outros técnicos da Telebras já estão a caminho de Brumadinho e nesse domingo, 27, a comunicação da região será ampliada para oferecer ainda melhores condições de acesso pelo Corpo de Bombeiros e agentes da Defesa Civil que estão atuando na região.

Telebras enables emergency satellite communications in Brumadinho

Last saturday, 26, Telebras activated the satellite communication system of the Geostationary Satellite of Defense and Strategic Communications (SGDC) for rendering emergency service in Brumadinho, in the Metropolitan Region of Belo Horizonte, in Minas Gerais, in order to assist the rescue teams, facilitate contact with hospitals and provide communication between relatives of the victims of the collapse of the dam, operated by the mining company Vale. The region has limited access to mobile communication service, and Telebras has made satellite service available to the general public free of charge.

Dam 1 of the Córrego do Feijão Mine, located in Brumadinho, broke at around 12:30 p.m. on Friday, 25. The three dams at the Paraopeba Complex contained approximately 13 million cubic meters of tailings (silica). Telebras engineers arrived on site yesterday and have already activated two antennas, with satellite service capacity with WiFi of 20 Mbps each, for service at the rescue operations center, located near Nossa Senhora das Dores Church, located less than one kilometer from the accident site.

Satellite communication services are provided by the SGDC, using the Ka band, which has a beam covering the entire region. Gasoline generators were also sent along with the antennas, transmitters and modems, since there is no guarantee that commercial electricity is available.

Visiona, a subsidiary of Telebras, also assists in rescue operations with monitoring and production of high-definition satellite images of the entire area affected by the sludge. More Telebras engineers are already on their way to Brumadinho and on Sunday, 27, the local communication will be expanded to offer even better access conditions by the Fire Department and Civil Defense agents who are working in the region.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Waldemar Gonçalves Ortunho Junior toma posse na presidência da Telebras

24 de janeiro de 2019

O novo presidente da Telebras, coronel Waldemar Gonçalves Ortunho Junior, assinou o termo de posse na manhã desta quinta-feira, 24, na sede da empresa, em Brasília, em uma solenidade restrita onde estiveram presentes o presidente do Conselho de Administração, Maximiliano Martinhão, a diretoria executiva e o ex-presidente, Jarbas Valente. Ele foi eleito para o cargo em reunião (210ª) extraordinária realizada pelo Conselho de Administração da empresa no final da tarde de quarta-feira, 23.

“É um orgulho poder liderar uma empresa tão estratégica para o governo e para o país, que possui um corpo técnico de excelência. Fico feliz em fazer parte desse time e chego com muita disposição para trabalhar”, destacou o presidente.

O novo presidente foi escolhido pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, por sua experiência em gestão e seu conhecimento no setor de telecomunicações.

Experiência

Waldemar Gonçalves Ortunho Junior é formado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Militar de Engenharia, com pós-graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade de Brasília (UnB). Profissional com 40 anos de experiência nos Ministérios da Defesa (Exército Brasileiro) e das Comunicações, atuando nas áreas de Tecnologia da Informação (TI), com ênfase em telecomunicações, radiodifusão e informática. Foi designado representante do governo brasileiro na Escola Politécnica do Exército Equatoriano, em Quito, com a função de assessor/instrutor na área de processamento digital de sinais.

Foi representante do então Ministério das Comunicações no Grupo Gestor da TV Digital e gestor do projeto de roaming internacional de Telefonia Móvel para a América do Sul. Como engenheiro militar, no Ministério da Defesa serviu na Diretoria de Telecomunicações e no Gabinete do Comandante do Exército, onde gerenciou o projeto de rede telemática. Foi coordenador da área de tecnologia no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na Copa das Confederações Fifa de 2013, e na Copa do Mundo de 2014.

 

 

 

ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E À SOCIEDADE

22 de janeiro de 2019

Com relação ao “Extrato de Apostila” e ao “Extrato de Termo Aditivo”, publicados na edição dessa terça-feira, 22, na Seção 3 do Diário Oficial da União (DOU), a Telebras esclarece aos jornalistas e à sociedade:

1 – Não houve, em momento algum, nenhum aditivo aos valores contratados para a construção do Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P) de Brasília. O “Extrato de Apostila” publicado pela Telebras na referida edição do Diário Oficial da União (DOU), correspondente ao valor de R$ 3,9 milhões, teve por finalidade a recomposição econômica em virtude da variação inflacionária no período contratual. Trata-se de cumprimento legal à Cláusula Quinta do contrato estabelecido entre as partes, conforme determina o Art. 55, inciso III da Lei. Nº 8.666/1993, e não de aditivo contratual.

2 – Já o “Extrato de Termo Aditivo”, veiculado na mesma edição do DOU, também não representa que os valores contratados para a construção do Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P) de Brasília foram aditivados. O “Primeiro Termo Aditivo”, no valor de R$ 119.037,32 refere-se, exclusivamente, à inclusão de uma chave interruptora tripolar com isolação em SF6. Trata-se de um novo item a ser incluído ao projeto elétrico inicialmente aprovado pela Companhia Energética de Brasília (CEB), para atendimento à exigência da própria CEB para atender a integralidade da Norma Técnica de Distribuição – NTD 3.34.

Tais esclarecimentos demonstram o atendimento às normas legais e reiteram que não houve, em momento algum, nenhum aditivo aos valores contratados para a construção do Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P) de Brasília.

Por fim, é importante frisar que no dia 17 de dezembro de 2018 houve a entrega da infraestrutura operacional que contempla a base terrestre do COPE-P. A inauguração efetiva do Centro de Operações Espaciais Principal de Brasília está prevista para ocorrer ainda no primeiro semestre de 2019.

Seguem os links das publicações veiculadas no Diário Oficial da União (DOU) dessa terça-feira, 22/1/2019:

http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/60002617/do3-2019-01-22-extrato-de-apostila-60002467

http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/60002044/do3-2019-01-22-extrato-de-termo-aditivo-60001876