Presidente da Telebras assina Termo de Adesão à Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P)

28 de setembro de 2018

Com a presença dos colaboradores da Telebras, foi assinado na manhã desta sexta-feira, 28, no Ministério do Esporte, o Termo de Adesão ao Programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P). A formalização do ato contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, do diretor do Departamento de Inclusão Digital da Secretaria de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Américo Tristão Bernardes e da Diretoria Executiva da Telebras.
 
O diretor de Governança da Telebras, Rômulo Barbosa, abriu a solenidade com uma reflexão sobre o papel dos cidadãos com relação ao meio ambiente. “O que estamos plantando para assegurar que as gerações vindouras ainda encontrem um planeta habitável?”, questionou.
 
Ele aproveitou para lembrar que a cartilha da A3P faz menção à progressão do processo de adoção das medidas. “O aspecto mais importante relacionado à responsabilidade socioambiental é entender que ela é mais do que um conceito. Trata-se de um processo contínuo e progressivo de desenvolvimento de competências cidadãs para o avanço em direção à sustentabilidade no âmbito da administração pública”.
 
O presidente da Telebras, Jarbas Valente, enfatizou o papel da sustentabilidade nos órgãos governamentais. “O tema tem sido cada vez mais um diferencial da nova gestão pública, onde os administradores passam a ser os novos agentes de mudança. E a Agenda Ambiental na Administração Pública – A3P é uma importante ferramenta para promover a reflexão sobre os problemas ambientais em todas as esferas da Administração Pública”, disse.
 
Jarbas Valente acrescentou que a Telebras, nos últimos anos, já vem adotando critérios preventivos sob a ótica da sustentabilidade. Um dos exemplos citados foram as obras de engenharia da parte terrestre do SGDC. “As obras, realizadas em cinco capitais brasileiras, tiveram o descarte dos entulhos em locais homologados e indicados pelos órgãos legais, preservando possíveis danos ambientais”, destacou.
 
Representando o Ministério da Ciência, Tecnologia, inovações e Comunicações (MCTIC), Américo Tristão Bernardes reforçou que a Telebras e o Ministério já vêm adotando medidas no sentido de preservação. “Já estamos recolhendo todos os computadores em desuso para reciclagem e esse exemplo já diz muito. Só em Brasília, no mês de junho, foram recolhidas 61 toneladas de aparelhos eletrônicos dos órgãos públicos sem utilidade. Esse material é encaminhado para o Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), para reaproveitamento ou descarte adequado. A Telebras já vem colaborando com o importante papel de conectar o Ministério do Meio Ambiente, para que o monitoramento do patrimônio natural brasileiro aconteça. O ato de hoje confirma a consciência sustentável da Telebras e do MCTIC”, ressaltou.
 
O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, concluiu a solenidade lembrando que o Brasil, por sua extensa dimensão territorial, pode contribuir como modelo em gestão de sustentabilidade. “O Brasil é um importante ator no cenário internacional, sobretudo no que diz respeito ao debate ambiental. Precisamos ser exemplo para os demais países. Para manter gestos sustentáveis é necessário que consolidemos nossas ações cotidianas. São essas atitudes que transformarão o Brasil em um país melhor”.
 
Crédito Foto: Paulo de Araújo/MMA

Telebras está presente na segunda edição da EXPO TIC

4 de setembro de 2018

Um dia dedicado a abordar um assunto relevante e que vem movimentando, cada vez mais, a economia do país. Está sendo realizado nesta terça-feira, 4, no auditório do Royal Tulip Brasília Alvorada, em Brasília, a segunda edição da EXPO TIC. O tema deste ano é Transformação Digital – Tecnologia e Negócios.

O evento, que tem o apoio dos Ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), do Tribunal de Contas da União (TCU), do Supremo Tribuna Federal (STF), da Telebras, além do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios, Dataprev, STI e Serpro, contou com a presença do diretor Técnico-Operacional da Telebras, Roberto Pinto Martins, na mesa de abertura.

Na oportunidade, o diretor falou sobre o Satélite Geoestacionário Brasileiro-SGDC, como parte deste processo de transformação digital pela qual passa o Brasil. Na oportunidade ele explicou que o Satélite tem capacidade para se comunicar com 58 Mbps, com cobertura em todo o território nacional, incluindo a parte marítima.

Sobre a participação no evento, Roberto ressaltou que a EXPO TIC reúne os principais parceiros de governo da companhia. “A Telebras é a prestadora de serviços de telecomunicações, com segurança e confiabilidade, e os demais órgãos prestam mais diretamente os serviços aos cidadãos. Há uma compatibilidade imensa entre o trabalho que a Telebras desenvolve e os serviços de telecomunicações que estes órgãos de governo contratam para prestar serviços à sociedade. Muito importante debatermos assuntos da área em conjunto”, concluiu.

A programação reúne cerca de 300 participantes. O público alvo são executivos, gerentes e profissionais de Tecnologia da Informação e Comunicações de Brasília.