Programa Minha Escola mais Inteligente é apresentado em fórum da OEA

23 de junho de 2016

O Programa Minha Escola mais Inteligente, de conexão das escolas públicas urbanas e rurais brasileiras com banda larga de qualidade, com uma velocidade média de 78 megabits por segundo (Mbps), foi apresentado nesta quinta-feira (23) no Foro Global de Educación e Innovación, dentro do evento Virtual Educa, em San Juan, Porto Rico. O evento é uma iniciativa anual da Organização dos Estados Americanos (OEA) e tem por objetivo impulsionar ações para o cumprimento das metas das Nações Unidas para o tema Educação. A apresentação foi feita pelo coordenador do projeto e assessor da Presidência da Telebras, Duilio Monroy.
Continue Lendo →

Telebras levará à Bahia Programa Minha Escola Mais Inteligente

22 de junho de 2016

O presidente da Telebras, Jorge Bittar, e o secretário de Educação da Bahia, Walter Pinheiro, assinaram nesta quarta-feira (22) Termo de Cooperação Técnica com o objetivo de levar o Programa Minha Escola Mais Inteligente à rede de ensino público do Estado.

O programa, desenvolvido pela Telebras em parceria com os ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, tem por objetivo conectar as escolas públicas urbanas e rurais brasileiras e levar conteúdo de qualidade com velocidade a alunos e professores, ampliando o acesso à banda larga no País.
Continue Lendo →

Telebras vai conectar cidade da serra catarinense

17 de junho de 2016

O governo de Santa Catarina e a Telebras fecharam acordo de cooperação técnica para instalação de rede fibra óptica em Lages, município situado na região serrana do Estado, com objetivo de melhorar a qualidade e a velocidade da conexão. O acordo foi assinado na quinta-feira (16) pelo governador Raimundo Colombo, o presidente do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), Luiz Antônio da Costa Silva, e o presidente da Telebras, Jorge Bittar.
Continue Lendo →

Telebras faz visita oficial à primeira instituição do Projeto Minha Escola Mais Inteligente

3 de junho de 2016

Na manhã desta sexta-feira (03), a equipe Telebras esteve no CEEB – Centro Educacional Elefante Branco) – primeira instituição contemplada pelo Programa Minha Escola Mais Inteligente. Lançado no dia 9 de maio, o projeto objetiva levar Banda Larga de qualidade a 30 mil escolas até 2019, beneficiando cerca de 20 milhões de estudantes. O presidente Jorge Bittar assistiu a uma aula de Sociologia do 2° ano e falou sobre a importância da democratização da Internet.

Presidente da Telebras conversa com os alunos do CEEB

Presidente da Telebras conversa com os alunos do CEEB

A aula foi ministrada por Alcir Borges e abordou o tema Feudalismo. O professor utilizou o Mídia Center para baixar arquivos a serem compartilhados pelos alunos. Foi apresentado um vídeo sobre a temática, seguido da explanação do conteúdo com o Quadro Interativo.

Em seguida, o professor pediu um depoimento dos alunos acerca da tecnologia apresentada. Ao  responder, Thiago Araujo (17) reafirmou a importância do programa. O estudante exemplificou seu ponto de vista citando a greve de ônibus que ocorre no Distrito Federal: “Se tem disponível esse tipo de conteúdo para a gente estudar em casa, facilita a nossa vida porquê, em vez de estarmos perdendo aula, podemos ter aula em casa.” Ao comparar a aula de hoje com as tradicionais, o aluno diz que o diferencial consiste no uso de imagens como fator de inclusão social dos deficientes auditivos: “Facilita para as pessoas que têm algum problema de aprendizado. Elas vão ver imagens, prestar mais atenção, porque isso chama mais atenção que só a oratória”, disse Thiago.

O presidente iniciou seus comentários explicando a importância da

Equipe Telebras e representantes das empresas parceiras conversam sobre o Mídia Center

Equipe Telebras e representantes das empresas parceiras conversam sobre o Mídia Center

Telebras na atual conjuntura. Jorge Bittar disse que, embora existam outras empresas de telecomunicações, nota-se que algumas regiões remotas do Brasil não são alcançadas. Ele também falou sobre o papel da organização no apoio aos serviços de Governo e na centralidade da educação. Sobre o projetor interativo utilizado na aula, ressaltou que não se restringe à simples exibição de imagens.

Bittar explicou o funcionamento do Mídia Center, enquanto conjunto de ferramentas que armazena informações para que os professores as transmitam de maneira mais consistente. Salientou a intencionalidade de transformar as aulas mais inclusivas e interativas. “Nós somos um meio para que se possa promover a qualidade do sistema educacional, para que vocês possam ter a melhor formação possível e uma visão de mundo, como a que foi passada aqui, hoje, pelo professor Alcir”, afirmou.

Ao desenvolver projetos como esse, a Telebras almeja contribuir com a formação profissional, promover a cidadania plena e o juízo de valor.  “A internet é um mundo aberto que democratiza as informações. Então nós, da Telebras, nos sentimos muito orgulhosos em apresentar esse projeto”, disse o presidente da empresa.

Alcir Borges compartilhou suas impressões acerca do programa: “Estou empolgado desde a primeira vez que vieram me apresentar o equipamento”. Ele afirma que a iniciativa é fundamental para o desenvolvimento da sociedade e à inclusão dos deficientes auditivos: “Construímos as nossas bases produtivas não apenas no trabalho bruto, mas no trabalho da inteligência. E a gente vê o que a Telebras, ao desenvolver uma tecnologia como essa, está pensando no povo brasileiro”, declarou o professor de sociologia.

Em seguida, Jorge Bittar visitou o Mídia Center instalado na escola, acompanhado pela Diretora Substituta do CEEB, Lylian de Carvalho Almeida. Ela expôs o entusiasmo dos alunos com a plataforma. Também estiveram presentes a chefe de gabinete, Regina Toscano, o Diretor Técnico-Operacional, Paulo Kapp, a Gerente de Vendas Governo e Corporativo, Tatiane Oliveira, o Gerente de Inovação, Antônio Zanoni e o Gerente de Planejamento, Reinaldo Bizerril.  Estiveram presentes também os representantes das empresas parceiras, Huawei e Advanta.

Telebras faz acordo com a Coprel para levar banda larga ao interior do Rio Grande do Sul

Nesta quinta-feira (02), a Telebras assinou um acordo de parceria com a Coprel Telecom para levar Banda Larga a seis municípios: Ijuí, Passo Fundo, Ibirubá, Mato Castelhano, XV de Novembro e Cruz Alta. A iniciativa faz parte do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) e proporcionará a melhoria dos serviços municipais, além de constituir uma oportunidade para as empresas explorarem mercados em comum. A ação integra o posicionamento estratégico da Telebras, que passa a firmar parcerias com provedores, alinhada à tendência mundial da colaboração entre as organizações.

O documento foi assiTelebras e Coprel celebram parceria para levar Banda Larga ao Rio Grande do Sulnado na sede da Telebras, em Brasília. Ao enfatizar a relevância desse momento, o presidente da empresa, Jorge Bittar, afirma: “Poderemos atender a um número maior de famílias que reivindicam o acesso à Banda Larga.” Para ele, há um interesse especial dos jovens nesse projeto, já que atende a anseios de informação, cultura e educação. Além disso, Bittar vislumbra a iniciativa como fator de retenção nas cidades envolvidas. Ou seja, ao oferecer a acessibilidade à tecnologia, os municípios evitam a migração de seus jovens.

O presidente da Coprel, Jânio Vital, ressaltou que o acordo será de extrema importância, pois proporcionará o compartilhamento de fibras de municípios importantes da região. “Teremos redundância e levaremos fibras para locais em que elas ainda não existem”, afirmou. Para ele, a soma de recursos, em uma época de dificuldades, consolida um modelo de negócios interessante. O diretor Técnico-Operacional da Telebras, Paulo Kapp, recebeu o presidente da Coprel junto à Elisa Botelho (da Gerência de Relacionamento com Operadoras e Parceiros) e destacou o aumento da capilaridade que essa ação promoverá.

A Telebras fornecerá cabos ópticos. Caberá à Coprel lançá-los, realizar o projeto e licenciamento da rede entre os municípios, bem como a manutenção. Com sede em Ibirubá (RS), a Coprel atende a mais de 48 mil famílias nos 19.740 km² de sua permissão. A cooperativa uniu famílias rurais que viviam à margem do desenvolvimento, sem expectativas de que a energia elétrica chegasse às comunidades rurais. Hoje, possui 17.714 quilômetros de redes elétricas, sustentados por 175.027 postes. Tais números fazem dela a maior cooperativa de eletrificação com maior área de permissão do Brasil.

A Coprel Telecom foi criada em 2010, a partir da necessidade de levar comunicação aos municípios, ao receber reivindicações que partiam dos próprios cooperantes e dos conselheiros da Coprel Energia e da Coprel Geração e Desenvolvimento. A empresa possui uma trajetória sólida, construída a partir de um relacionamento transparente com os cooperantes da Coprel e com a comunidade.

Instituído pelo Decreto 7.175/2010, o PNBL objetiva fomentar e difundir o uso e o fornecimento de bens e serviços de tecnologias da informação e comunicação. Assim, se pretende massificar o acesso a serviços de conexão à Internet em banda larga, acelerar o desenvolvimento econômico e social, reduzir desigualdades e ampliar os serviços de Governo Eletrônico. Com esse projeto, a Telebras reafirma sua missão social e, junto à Coprel, amplia a acessibilidade no país, otimizando recursos e promovendo desenvolvimento social.